O amor verdadeiro é como uma melodia executada   harmoniosamente.  

              Quando enfim compreendermos que o verdadeiro amor não nos torna mesquinhos, não nos faz inseguros, não nos obriga a abrir mão de nossos anseios e verdades...  

             Só então estaremos, finalmente, preparados para amarmos e sermos amados em total plenitude.  

             Deixe que, assim como o vento espalha as sementes de uma flor fazendo com que ela renasça em solos distantes, o amor que habita seu coração possa se multiplicar ao ser repartido.

             Permita-se ser como as flores que oferecem suas sementes sem imposições ou cobranças.

           

                                       Direitos autorais reservados.

 

 Indique esta Página!

 

Escolha aqui aonde deseja ir: