Diz um provérbio hindu:

“Os homens que dizem o que é agradável são sempre bem-vindos, mas os que dizem verdades desagradáveis não encontram auditório”

 Nem todos têm a coragem suficiente para correr o risco da rejeição, da não aceitação

E assim o Mundo está repleto de belas frases, lindas palavras, doces elogios, meias verdades

As pessoas, quase sempre, sentem medo em parecerem diferentes, em mostrarem suas opiniões quando estas não são semelhantes às da maioria

Os que o fazem sabem que terão que enfrentar o desafio de serem questionados, de serem apontados como se fossem “seres estranhos”

  Mas, será realmente estranha a pessoa que procura viver dentro de seus próprios princípios?

Será feliz aquele que abre mão daquilo em que acredita, para agir e viver da forma como o restante do grupo vive?

 Aquele que acredita em si mesmo, que confia na sua própria capacidade de discernimento, há de encontrar esta coragem de ser verdadeiro

Pode até ser que alguns o abandonem, mas o mais importante na vida ele terá alcançado, que é viver de acordo com suas convicções; viver em paz consigo mesmo

Afinal, a nossa própria companhia será 

aquela que nunca irá separar-se de nós!  

Senhora da Lua

 

Direitos autorais reservados. 

 Lei 9.610 de 19/02/1998

 

 

 

 Indique esta Página!

Escolha aqui aonde deseja ir: