Quando você ama, não o amor corrompido pelo desejo, nem tão pouco o amor movido pela cobiça, mas o verdadeiro amor, você passa a viver com uma grande sensação de paz e alegria que nada do que venha a acontecer poderia mudar este seu bem estar.

Este amor que não impõe condições para existir, por si mesmo nos preenche de tal forma que nada poderia se comparar à felicidade que nos traz.

O amor que faz cobranças e que exige reciprocidade, não é amor. É apenas uma maneira de mascarar o egoísmo ou a insegurança.

Há três coisas que não comportam cobranças: o amor, o carinho, o respeito.

Devemos sim, criar as condições para que sejamos amados, recebamos carinhos e sejamos respeitados.

A resposta de uma cobrança de amor, carinho ou respeito poderia até ser aparentemente satisfatória, mas tudo não passaria de aparência. E as aparências nem sempre são o que nos parecem.

Deixe que sua sensibilidade lhe faça perceber toda a sua capacidade de sentir amor. E, quando menos você esperar, estará sendo amado na mesma proporção.

Não se apresse. Deixe a vida seguir seu próprio fluxo. A sua recompensa será a verdadeira felicidade.

Direitos autorais reservados

 Indique esta Página!

 

Escolha aqui aonde deseja ir: