Abra seus braços, ocupe seu espaço.

Respire profundamente e perceba que você faz parte deste planeta.

Deixe-se banhar pela luz do sol.

Permita que a luz ilumine cada recanto obscuro de sua mente.

Descubra os sentimentos que se ocultam ali.

Detenha-se naqueles que você tem se recusado a admitir que existem. Aceite-os e assim poderá transmutá-los.

Nenhum sentimento é feio ou errado. Se o sentimos, é porque alguma coisa ocorreu fazendo com que ele se instalasse em nós.

Só depois de aceitar que ele existe é que você terá as condições para transformá-lo ou eliminá-lo.

Aceite-se! Transforme-se!

Aceite o fato de que você é um ser em evolução; permita-se errar, não se envergonhe se em algum momento precisar retornar sobre seus próprios passos.

Recomece seu caminho tantas vezes quantas forem necessárias.

E, a cada recomeço, você estará mais perto da perfeição.

Senhora da Lua

                                        

              

 

 Indique esta Página!

Escolha aqui aonde deseja ir: